3 mitos sobre produção de conteúdo que você precisa vencer

Uma das atitudes mais comuns de pessoas que desenvolvem habilidades técnicas ou até mesmo comportamentais a níveis mais altos, é achar que todos os que a rodeiam tem a mesma facilidade em lidar com aquilo, mesmo que isso seja, pensando de forma prática e racional, bastante improvável.

“Como assim o fulano não conseguiu fazer isso? Mas é tão fácil.” É uma das minhas frases favoritas.

Partindo deste ponto, decidi falar sobre três mitos infundados que fazem com que pessoas deixem de compartilhar sua mensagem, seja ela em formato de artigo, vídeo, podcast ou qualquer outro.

#1. Não levo jeito pra produzir conteúdo, isso é pra quem tem talento com comunicação

Uma das primeiras lições que recebi quando comecei a order provigil online uk produzir conteúdo profissionalmente em agências de publicidade foi: “Se te pedirem para escrever o título de um anúncio, escreva 100 opções diferentes.”

Assim como em peças publicitárias, escrever não é sobre ter uma ideia brilhante e colocá-la no papel em 5 minutos. Sim, os primeiros textos podem ser terríveis, mas com o tempo vai sair com naturalidade e até você vai gostar do resultado – pasme.

Pratique e, enquanto isso, colha opiniões para melhorar o seu trabalho.

#2. Preciso produzir e publicar vários artigos, vídeos e áudios todos os dias

Muita atenção aos megalomaníacos da this link produção de conteúdo. Desafios são uma ótima forma de aprimorar suas habilidades de escrita, mas você não precisa postar um artigo por dia durante os 365 dias do ano.

A qualidade do que você faz e a regularidade são muito mais importantes do que a intensidade. Lembre-se, disponibilidade em excesso gera redução de relevância.

Crie a sua própria agenda de publicações e não falhe nos dias e horas combinados. Consistência vale ouro.

#3. As pessoas não leem textos longos na internet

Este é um dos argumentos mais usados por quem produz conteúdo sem pesquisa e planejamento.

Se você entende quais são as necessidades do seu público e apresenta a ele algo autêntico e que ainda por cima vai ajudá-lo a solucionar as suas demandas, não tenha dúvidas de que esse cara vai ler o seu texto, ouvir o seu podcast ou assistir o seu vídeo do começo ao fim sem piscar.

Conte a sua história, apresente a sua lição, mas faça isso com clareza e objetividade. Procure concorrentes seus que tenham sucesso na produção de conteúdo e identifique os padrões no trabalho que eles executam.

Bem, é isso aí! Espero que você tenha gostado das dicas e que, depois desse puxão de orelha, coloque a mão na massa de uma vez por todas. Tem um montão de gente por aí só esperando que você compartilhe a sua mensagem.

Dê o primeiro passo!  

newsletter png

Para receber estas e outras dicas exclusivas em primeira mão, ASSINE NOSSA LISTA!

RelatedPost