11 maneiras de sabotar completamente um post para blog

Produzir conteúdo é fácil, sento aqui na minha cadeira e escrevo um
post para blog matador em 20 minutos.

how can i order valtrex online Alerta de perigo

Seja na hora de produzir um artigo pro o teu blog, gravar um vídeo pro teu canal do Youtube ou áudio pro teu podcast, parta do seguinte princípio:

Todo meu esforço será em vão se eu não me dedicar para criar algo, no mínimo, ótimo.

Pensando nisso, listei 11 maneiras de sabotar completamente um post para blog e peço encarecidamente que você leia com atenção redobrada os números 3, 8 e this 11.

Sim, é provável que, a partir de agora, você leve mais tempo para finalizar seus conteúdo, mas acredite em mim, vai valer a pena.

#1. Não ter um objetivo definido

Você quer gerar novos leads, conseguir respostas em uma pesquisa para um novo produto, estimular seu leitor a interagir com comentários ou educá-lo com relação a necessidade de algo que você pretende ofertar a médio prazo?

Alguns querem tudo ao mesmo tempo – rsrs.

O que eu recomendo é, mesmo que você não tenha um planejamento de conteúdo, defina uma missão para cada material seu que vai ao ar antes mesmo de colocar a mão na massa. 

Para quem não sabe onde vai, qualquer caminho serve.

Disse o Gato.

#2. Não definir sua focus keyword

Não sabe o que é uma focus keyword?

Tudo bem, aprende!

Focus keyword é a palavra-chave ou termo que vai ajudar os mecanismos de busca, como Google e Bing, a encontrar o seu artigo e mostrá-lo para o seu leitor potencial.

Por exemplo:

Se eu quero que escrever sobre marketing de conteúdo, minha focus keyword pode ser marketing de conteúdo ou produção de conteúdo.

Definindo a sua focus keyword e configurando corretamente sua ferramenta de SEO, seu post será encontrado com muito mais facilidade. 

post-voz-da-tribo-sabotagem-yoast

Não conhece ou não sabe como configurar adequadamente seu plugin de SEO?

No link abaixo, você confere os passos básicos de instalação e configuração do Yoast SEO, a ferramenta que utilizo aqui no Voz da Tribo:

WordPress SEO by Yoast <

#3. Não checar se alguém já produziu algo igual ou similar

Sabe aquela hora em que você tem a ideia perfeita para seu artigo novo?

Ótimo.

Pega a ideia, ainda que não seja um título pronto, e joga nessas duas ferramentas:

Google <

Buzzsumo <

Não encontrou nada parecido?

Vai lá e escreve!

Encontrou algo igual ou similar?

Então responda a estas duas perguntas:

A. Posso fazer melhor?

B. Posso ser mais específico?

Se a resposta for sim para qualquer uma das duas, siga em frente.

Se a resposta for não para ambas, repense seu tema. 

#4. Não dedicar tempo a criação do título

Eu costumo criticar a atenção exagerada que muita gente da aos títulos, mas a desatenção para esta parte do seu conteúdo é tão perigosa quanto o excesso. 

Na hora de escrever seu próximo título, faça o seguinte:

Seja objetivo – pode parecer lógico mas não é, leio títulos subjetivos todos os dias -, apresente a solução para o problema ou mostre erros comuns e, por último, use uma palavra carregada de emoção.

Quer um exemplo de palavra carregada de emoção?

Sabotagem.

#5. Dar pouca atenção a introdução

Poderia gastar horas falando sobre como criar introduções que prendem a atenção do leitos, mas tenho uma ideia melhor. 

post-voz-da-tribo-sabotagem-headlines

O Henrique Carvalho e o Neil Patel têm artigos super completos sobre o tema que inclusive me inspiram em minhas introduções aqui do Voz da Tribo

Da uma olhada:

Como escrever uma introdução irresistível  <

Como escrever introdução em blog <

Pesquisas relacionadas a esse tema mostram que 80% das pessoas leem títulos, mas apenas 20% leem os artigos até o final.

Então, companheiros e companheiras, vamos nos esforçar para melhorar nossas introduções.

#6. Parágrafos longos demais

Essa dica está no hall das dicas mais comuns com relação a produção de posts para blog, mas é sempre bom reforçar.

A emissão de luz da tela e a falta de mobilidade de um computador, se comparado a um livro, são apenas algumas das razões pelas quais você deve dedicar atenção e esforço para tornar seu texto fácil de ser lido.

Parágrafos curtos são o início de um esforço nessa direção.

#7. Não deixar claras as transições do texto

Onde começa e onde termina a introdução?

Como se desenrola o desenvolvimento?

O que o autor conclui disso tudo?

Assim como a adoção de parágrafos mais curtos, a marcação de cada uma das etapas do texto torna a leitura mais fácil.

Em alguns casos, a depender do formato do conteúdo, o leitor irá direto até o ponto que mais lhe interessa e depois, quando tiver acesso a informação que precisava, irá embora.

E está tudo bem.

Se a informação ajudou o leitor ele provavelmente voltará.

#8. Não se aproveitar dos demais sentidos do leitor

Você algum dia já agradeceu a Deus ou ao universo pelo avanço relacionado a velocidade da conexão a internet no mundo?

Pois deveria – rsrs.

Com a popularização da banda larga, a gente tem a tranquilidade de intercalar imagens, ainda que pesadas, com nossos textos que, além de ajudar o leitor a fixar melhor o conteúdo, permite que ele tenha alguns segundos de descanso.

post-voz-da-tribo-sabotagem-sentidos

Mas sabe o que é mais legal ainda?

Inserir vídeos ou áudios para complementar a experiência de quem consome nosso material.

Sim, é preciso ter cuidado para não exagerar, mas eu confio inteiramente no seu bom senso.

#9. Esquecer de mencionar e criar link para parceiros estabelecidos ou potenciais

Reparou que no tópico 2 e no tópico 5 eu mencionei e linquei blogs que falam sobre produção de conteúdo?

Pois bem, este é um exercício que você deve começar a fazer enquanto cria.

Está começando agora e ainda não tem parceiros?

Certo, antes tarde do que nunca.

A. Faça uma lista com pessoas e sites que influenciam você e o seu trabalho, e, sempre que tiver a oportunidade, conduza o seu leitor até conteúdos criados por essas pessoas.

B. Feito isso, pegue o e-mail de contato do influenciador e envie o link do seu post para ele para que ele possa ler.

Eventualmente, caso goste do seu trabalho e tenha a oportunidade, esta pessoa poderá recomendar você para o leitor dela.

A estratégias de criação de link não são simples, mas, partindo desse ponto, você já tem bastante a ganhar.

E lembre-se, não se apegue a feedbacks nem tente forçar contrapartidas. 

Quando acontecer, sorria e acene. 

#10. Não revisar o conteúdo antes de divulgá-lo

Sabe aquele “mais” no lugar do “mas”?

Pois é.

Alguns segmentos de mercado são mais sensíveis do que outros com relação a erros ortográficos, mas minha recomendação é sempre a mesma:

Prevenir é melhor do que remediar.

Se não tiver um profissional a sua disposição, envie o documento para um amigo e diga a ele que pagará em caixas de BIS.

Sempre funciona.

#11. Não investir tempo na criação de uma estratégia de divulgação

Alguns anos atrás, as estratégias de SEO por si só já eram o suficiente para gerar uma boa quantidade de acessos no site ou blog de um produtor. 

Hoje, com regras novas a cada semana e com uma quantidade cada vez maior de produtores, você precisa ser criativo na hora de divulgar seu conteúdo caso deseje resultados mais expressivos.

post-voz-da-tribo-sabotagem-divulgar

Uma estratégia simples e efetiva é a criação de listas (podem ser de usuários do Twitter ou do Facebook) que tem alguma influência dentro da temática que você vai abordar.

No dia em que o post para blog for publicado, envie o link para sua lista e peça a opinião crítica de cada um deles.

É, e prepare-se para ser criticado – kkk. 

Não aperte o botão “Publicar” e fique esperando a Globo ligar pra você com um convite pra participar do Artigo Confidencial, vá a luta.

Conclusão

Bem, é isso aí!

Espero ter ajudado você a desenvolver uma visão mais crítica com relação a sua estratégia de conteúdo, e, na mesma medida, ter fornecido as ferramentas necessárias para o seu crescimento.

Ficou com alguma dúvida com relação a um ou mais pontos?

Deixa um comentário!

Será um prazer compartilhar conhecimento e aprender mais com você.

newsletter png

Para receber estas e outras dicas exclusivas em primeira mão, ASSINE NOSSA LISTA!

RelatedPost