Como priorizar a produção de conteúdo quando você tem ideias demais: um guia prático (e rápido)

Tá chovendo ideia?

Diferente de boa parte dos iniciantes na viagra priligy online purchase produção de conteúdo, que sofrem na hora de encontrar temas interessantes para criar algo para sua audiência, existe um grupo de pessoas que vivência o extremo oposto: a confusão gerada pelo http://saludesbelleza.net/grasa-abdominal/?fbclid=IwAR3tNi4AU3LJAGK9X5Alv8m4-WZrijyozAjNKeei6Sd80BDDMmjHVKOlHcQ acumulo de conhecimento e a falta de priorização.

Levando em conta que a maioria de nós, produtores de conteúdo, deseja gerar valor e alavancar as possibilidades de negócio por meio de nossos blogs, redes sociais e canais de vídeo, decidi compartilhar minha estratégia de priorização de temas. Espero que seja útil para todos.

Vamos lá!

Funil de conteúdo

Você já está habituado com o termo “funil de vendas”?

Normalmente ele está relacionado a estratégia de divulgação do seu produto ou serviço e a jornada do consumidor desde o começo, quando visualiza sua marca em um anúncio ou em sua página do Facebook, até o final, quando compra aquilo que você oferece.

Marketing Funnel Sales Diagram with People and Cogs. Vector isolated on black background. Conversion Funnel Sale Chart. Concept of Funnel and Sales.

O funil de conteúdo, resumindo de forma prática, é a estratégia de produção de conteúdo que leva em conta o consumidor em cada uma das etapas do funil.

Por exemplo:

Se um usuário do Youtube visualiza um de seus vídeos dentro da plataforma, mas ainda não conhece seu produto ou serviço, é provável que conteúdos relacionados aos desafios ou aspirações dele gerem mais engajamento do que materiais mais técnicos, como ferramentas e tutoriais.

Somos parecidos, talvez ele possa me ajudar.

Nesta etapa, gerar conexão é fundamental.

Vejamos como se divide o funil:

  • Pessoas atraídas pelo seu conteúdo (topo do funil)
  • Pessoas que se cadastraram na sua lista de e-mails (meio do funil)
  • Pessoas que demonstraram interesse no seu produto ou serviço (fim do funil)

Tendo isso em mente, o que fazer?

Simples. Identifique qual é a sua necessidade atual e priorize a produção de conteúdo de acordo com a demanda.

Está começando e precisa atrair interessados no seu negócio? Produza mais conteúdo de conexão, que fale dos sonhos e dores/dificuldades do seu público. Infográficos, slides, artigos em formato de lista.

Já tem um número interessante de cadastro na sua lista de e-mails? Fale para estas pessoas “o que fazer” para resolverem o problema, sem apresentar 100% do “como fazer”, tendo em vista que isso faz parte da sua oferta. Webnars, e-books e newsletters.

Começou a receber feedbacks positivos com relação ao conteúdo compartilhado? Apresente resultados próprios ou de terceiros que aplicaram suas recomendações e, caso tenha um produto ou serviço em mãos, oferte.

A medida que você avança, fica cada vez mais fácil entender como equilibrar a criação de material para cada uma das fases do funil.  

Mecanismos de busca

Analisou e entendeu que tipo de conteúdo está de acordo com a fase atual do seu negócio? Muito bem, agora é a hora de passar o pente fino no material dos seus concorrentes para entender o que gera mais resultado e que abordagem eles utilizam.

Faça uma lista com palavras ou termos relacionados a fase do funil que você identificou como sendo a sua fase atual.

Por exemplo:

1 – escrever melhor;
2 – títulos persuasivos;
3 – carta de vendas;
4 – produção de conteúdo;
5 – gatilhos mentais.

Feito isso, acesse buzzsumo.com e pesquisa cada uma das palavras listadas. Esta ferramenta vai mostrá-lo os artigos com mais curtidas, compartilhamentos e comentados dentro dos temas ou termos pesquisados.

post-voz-da-tribo-priorizar-conteudo-buzzsumo

Pronto, agora você sabe que tipo de conteúdo deve produzir primeiro – e em maior quantidade – e qual é a abordagem que gera mais participação do público.

Atente apenas para um ponto muito importante. Não estou recomendando que você copie textos ou fale a mesma coisa que seus concorrentes. A ideia é ver o que funciona melhor e trazer a sua ótica sobre o assunto, agregar valor a algo que já existe, torna-lo ainda melhor.

Conclusão

Diferente do que pode parecer, ter ideias demais pode ser tão ruim quanto ter ideias de menos caso você não tenha um objetivo definido e um planejamento alinhado a este objetivo.


Quer aprender a planejar seu conteúdo de uma forma mais eficiente? Leia este artigo: Desvendando a pauta: como selecionar e produzir conteúdo relevante para sua audiência.


Um blog ou mesmo um perfil do Instagram repleto de conteúdo, ainda que com participação dos usuários, pode ser um fracasso caso não cumpra com aquilo que você determinou como meta para ele.

Lembre-se sempre, direção é mais importante do que velocidade.

newsletter png

Para receber estas e outras dicas exclusivas em primeira mão, ASSINE NOSSA LISTA!

RelatedPost